Convidados Mesa 4 – 12 de dezembro

DIA – 12/12 – Sábado

17h30 – 18h30MESA 4 – “Louvado o que deve ser louvado” – Sobre as obras e trajetos de Vania Toledo, Carlos Moreira, Flavio Damm, Valda Nogueira e Sergio Jorge falecidos recentemente.

Mediação: Carlos Carvalho (RPCFB)

Acompanhe pelo Facebook ou Youtube da RPCFB

Rosely Nakagawa

Curadora independente, criou a primeira galeria de Fotografia em São Paulo, a Galeria FOTOPTICA com Thomaz Farkas em 1979. Coordenou a Casa da Fotografia FUJI de 1996, com Stefania Brill, a 2004. Foi curadora das galerias Fnac de 2004 a 2010.

Como curadora independente, realiza mostras e edições de livros Fotografia de fotógrafos brasileiros e estrangeiros, tendo trabalhado com: Anna Mariani, Carlos Moreira, Cristiano Mascaro, Eduardo Viveiros de Castro, Fernando Lemos, Keiichi Tahara, Luc Chessex, Luis Braga, Luiz Gonzalez Palma, Mario Cravo Neto, Martin Chambi, Maureen Bisilliat, Pedro Lobo, Sebastião Salgado, Thomaz Farkas, Tiago Santana, Guy Velloso entre outros nomes da fotografia contemporânea ao longo dos últimos 40 anos.

Como comissária e curadora da mostra de artes visuais, atua em Museus e Instituições no Brasil, como a Pinacoteca do Estado de São Paulo, Museu de Arte Contemporânea SP, Biblioteca Guita e José Mindlin, Instituto de Estudos Brasileiros, Instituto Socioambiental, SESC, Vídeo Brasil entre outros. No exterior, foi curadora de mostras no Guggenheim Soho-NY, PS1 MOMA-NY, Fundação Gulbenkian-Lisboa, Centro Metropolitano de Fotografia-Nagoya, Beaux Arts-Bruxelas, etc.

Fausto Cchermont

Fotógrafo, curador e consultor.

Fausto Chermont é brasileiro, paulistano e fotografa desde os 13 anos de idade.

Membro do grupo diretor fundador do NAFOTO – Núcleo dos Amigos da Fotografa, que por 20 anos realizou o Mês Internacional da Fotografa de São Paulo. Evento bienal este que produziu mais de 300 exposições entre 1991 e 2011.

No MIS – Museu da Imagem e do Som de São Paulo, por dez anos, coordenou, organizou e curou diversos projetos nas áreas de fotografa e de novas tecnologias. Realiza consultorias de pré-impressão gráfica desde 1992, área que detêm o prêmio da ABTG – “Livro do Ano em excelência gráfica”, de 1993, pelo livro ‘Personagens Femininos’ de Vania Toledo.

Em 2020 realiza a curadoria da exposição “Fronteiras Movediças ”, de Penna Prearo no Museu da Cidade de SP – Casa da Imagem e o projeto de fotolivro / caixa “Archipelago”, sobre a pandemia na cidade de São Paulo, Ed. Terra Virgem. “Noites Pandêmicas”.

Pedro Karp Vasquez

Escritor e fotógrafo; autor de 30 livros. Como administrador cultural, na década de 1980, foi responsável pela criação do Instituto Nacional da Fotografia da Funarte, assim como do Departamento de Fotografia, Vídeo & Novas Tecnologias do Museu de Arte Moderna do Rio de Janeiro.

João Roberto Ripper

Jornalista, atuou em inúmeros órgãos de imprensa e agências nacionais e internacionais, tendo recebido inúmeros prêmios de Fotojornalismo e Direitos Humanos com destaque para o prêmio da organização Humanos Direitos pelo trabalho em defesa dos direitos humanos e no combate ao trabalho escravo no Brasil. Criador da Imagens da Terra, entidade sem fins lucrativos, especializada na fotografia documental de denúncia social e da Agência Imagens do Povo na Escola Popular de Fotografiedroa da Favela da Maré. É um documentarista que tem como proposta colocar a fotografia a serviço dos direitos humanos e da informação múltipla. Coordena escolas e workshops de fotografia e faz projeções e palestras em espaços públicos formais, em favelas, áreas rurais e quilombolas.

Rubens Fernandes Junior

Pesquisador e curador de fotografia, Doutor em Comunicação e Semiótica pela PUC-SP. É professor e diretor da área de Comunicação da FAAP. Realizou diversas exposições no Brasil e no exterior, entre elas, German Lorca – Mosaico do Tempo, no Itaú Cultural (2018); O que os olhos alcançam, Cristiano Mascaro, Sesc Pinheiros (2019); Jean Manzon, Galeria Almeida e Dale, SP-FOTO 2019. Autor de Papéis Efêmeros da Fotografia, editora Tempo D’Imagem (2915); Labirintos e Identidades – panorama da fotografia no Brasil [1946-98], editora Cosac Naify (2003), entre outros.


Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *