Foto em Pauta com Aristides Alves

Aristides Alves é o convidado do Foto em Pauta on-line, com a participação especial de Angela Magalhães e Nadja Peregrino. O evento fará o lançamento nacional de “Num rastro de relâmpago”, livro que dialoga com memória fotográfica em tempos de pandemia. A palestra acontece no dia 6 de abril, às 19h30. O público pode participar e comentar ao vivo, ou acessar o conteúdo após sua realização. Evento acessível em libras.

Serviço
Foto em Pauta com Aristides Alves
06 de Abril de 2020, às 19h30
On-line em Youtube.com/fotoempauta e Facebook.com/fotoempauta
(Após a gravação o conteúdo permanecerá acessível no canal do projeto)

Realização: Lei Municipal de Incentivo à Cultura de Belo Horizonte/Projeto 0944/2018
Patrocínio: MGS – Minas Gerais Administração e Serviços

Num rastro de relâmpago

Quando alguém se vê diante de uma situação de virtual risco de vida, é comum o uso da expressão “passou um filme pela cabeça”. Ao bater os olhos nos negativos dos exames de imagem que esquadrinharam seu corpo durante uma investigação médica, passou pela cabeça do fotógrafo Aristides Alves, de 72 anos, não um, mas milhares de filmes da sua memória de quase cinco décadas de dedicação ao registro, divulgação, pesquisa e catalogação de imagens.
A convalescença em casa depois de uma cirurgia coincidiu com o isolamento social imposto pela pandemia do coronavírus e o impedimento de voltar às ruas levou o fotógrafo a um mergulho nos seus arquivos pessoais. De lá emergiu o livro Num rastro de relâmpago, com 66 fotografias, organizadas em dípticos, trípticos e polípticos, em originais feitos com filmes de rolo, negativos 6×6, cromos, fotos de celular e resultados de exames de imagem.
As fotos constroem uma narrativa com base na memória pessoal e familiar, mas com uma perspectiva universal, compondo um arco que contempla desde o firmamento até o interior do próprio corpo, em diálogo constante com a impermanência e a efemeridade, traduzidas no título do livro.
Num rastro de relâmpago será lançado nacionalmente no canal Foto em Pauta, com a participação das pesquisadoras e curadoras associadas Angela Magalhães e Nadja Peregrino, que fazem a apresentação do livro, e do fotógrafo Eugênio Sávio, coordenador do Foto em Pauta e do Festival de Fotografia de Tiradentes.
A publicação pode ser classificada como uma obra decorrente do novo ambiente social e cultural provocado pelo isolamento social no último ano, com a pandemia do coronavírus, não só na concepção como também na materialização, já que é patrocinado pela Lei Aldir Blanc, criada para socorrer o setor cultural na pandemia.
Neste seu 20º livro, Aristides vai fundo na memória. A narrativa inclui registros familiares da sua infância e adolescência, divididas entre Belo Horizonte e Rio de Janeiro. Traz também fotos da infância dos dois filhos e o primeiro registro que fez da mulher, a atriz Joana Luiza Schnitman, na sua estreia com uma máquina fotográfica. Era seu primeiro rolo de filme, clicado e revelado por ele mesmo, em Salvador.
Num rastro de relâmpago tem 72 páginas, no formato 22×16, capa dura e em papel eurobulk 150 gramas, com texto bilíngue. Depois do lançamento na live, o livro ficará disponível on-line para o público. E ganhará também noite de autógrafos e exposição, assim que o controle da pandemia permitir.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *